quarta-feira, 13 de janeiro de 2010


Tudo bem que não tenho muito jeito para relacionamentos e aproximações... sempre que encontro alguém com quem me dou bem logo à primeira recuo logo, porque no passado já me enganei valentemente (e não, não esqueci, tento relembrar sempre, até para não cair duas vezes na mesma conversinha).
As minhas amizades com mulheres são cada vez mais reduzidas, não sei se é por não ter cabeça para a maior parte dos dramas em que nos metem ou por saber que nos enganam bem melhor que os rapazes. A verdade é que vejo-me, quase sempre a pedir opiniões sobre relacionamentos a esses meus amigos masculinos... o chato nisto é que passam a vida a dar-me na cabeça, sempre com um "fazes-te de dificil!".
Mas será que o facto de não querer andar por aí aos beijos a rapazes que acabo de conhecer e não encher os telemóveis de mensagens e telefonemas é ser dificil? Mas será que um olha e uma conversa não servem para nada nos dias de hoje? Sou uma rapariga normal, que sente as "borboletas na barriga" quando sente uma química, que com um olhar se apaixona, que é capaz de olhar para aquele rapaz a noite toda. Mas só porque não digo um "estou interessada em ti" directo sou dificil?
Porra, sinto-me velha e convencional, mas mesmo assim pergunto, onde anda a parte do conquistar uma pessoa mesmo sem saber o que sentem ao certo e o ultrapassar barreiras para conseguir um simples beijos que saberá a prémio e que nunca esqueceremos? Terei uma maneira de ver assim tão "careta"? É verdade que não sou de andar atrás de ninguém, mas também não sou de me dar a quem nem conheço. Além disso, não sou de mostrar mais interesse que a outra pessoa. Se falo tanto quanto ele e não avançámos em nada...é porque fui dificil. Se até mandei uma mensagem no outro dia, devia ter mandado mais, ou até mesmo telefonado, só para mostrar mais interesse, porque estou sempre feita dificil...Poupem-me!
Serei a única a querer um homem como antigamente? Um daqueles que se esforçam para nos seduzirem, mas mais que isso, para nos conquistarem. Um homem romântico sem lamechices prontos a conquistarem-nos não só no inicio, como todos os restantes dias. Um homem...perfeitinho!

7 comentários:

Anónimo disse...

durmo melhor quando te ouço e me lembro do teu corpo..

Rui disse...

Coisas que retirei deste texto:
- Os teus amigos são gays (porque dão mesmo conselhos em vez de te tentarem comer)
- Os gajos de quem falas são feios. Senão não te fazias de dificil, como dizes.

:|

(sou a unica pessoa no mundo q lê o teu blog)

Palavras disse...

- Ainda bem que dormes bem!...esse anónimo é que te dá parte fraca e imatura!

- Meu querido, os meus amigos não são gays, mas podes sempre perguntar-lhes. Quanto à beleza, até há alguma gente bonita neste mundo. Será que sabes disso? E não, não és a única pessoa no mundo que lê o blog. Mas é sempre bom ir recebendo um feedback por aqui. Muito obrigada!

Donnaranha disse...

Eu escolheria um homem, assim quase quase perfeito. Com um defeito ou outro que me fizesse rir, que me desse luta... =)
Mas nada como as "borletas na barriga", como uns olhares que nao descolam...Como te percebo! =)

Palavras disse...

É bom sentir essas borboletas e ter essas trocas e olhares, o que não quer dizer que se fique conquistada...podem ser apenas bons presentes da conquista com que iremos ficar. Não gosto de homens completamente perfeitos e previsiveis...gosto de ir aprendendo a gostar dos defeitos e ir conhecendo ao longo do tempo, senão fica aquela monotonia sem graça! :)
Que é feito de ti rapariga? Não via sinais teus à muito tempo!:) beijinhos*

Donnaranha disse...

Decidi tirar ferias por uns tempos... mas ja estou de volta! =P Como anda Coimbra?!
Nos vamos ao campeonato! (Nos nao, eles. Apesar de treinar com eles, eu nao entro em competiçoes =P) Mas eu vou na mesma! :D
Beijinhos :)

Donnaranha disse...

Andaste a pesquisar?! ^^ És tu a querer deixar Coimbra e eu o Porto! Mas vai ser este ano.. ah se vai!! =P
=) *