segunda-feira, 9 de março de 2009

Banhos de cabeça

Molho os pés, a diferença de temperatura faz-me vibrar.
Sinto a água descer-me pela cabeça e percorrer todo o corpo.
Reconheço a banda sonora que me acompanha, canto melodicamente como se tudo dependesse desse momento.
Sinto uma gota quente escorregar na minha cabeça e escolher o olho como passagem, que nem uma lágrima daquele último momento que as recebi...
Interrompo a melodia numa palavra e penso em ti... vários momentos passados, momentos que estariam tão bem se estivesse guardados num cantinho esquecido.
Um toque recebido como um abraço em falta, aquele que ficaste de me dar, fecho os olhos e sonho contigo... Uma nota alta retoma-me à realidade...
Outra música, volto à realidade...
Pergunto-me o que me terá levado até aos pensamentos que andavam tão bem guardadinhos?Uma palavra? Uma gota de água? Uma sensação reconhecida pelos meus momentos passados?
Canto para voltar a esquecer.

Tenho tanto para fazer, é melhor despachar-me!
Penso, idealizo, projecto de cabeça...
Canto...penso...perco-me...
Uma nova sensação...uma nova memória...últimas desiluções...tantas...

Já chega...acorda...canta...desliga...

Por isso é que os meus banhos demoram mais de meia hora...

Sem comentários: